O Rico e Lázaro ainda nem estreou, mas Record já pensa em esticar a novela



Na última terça (7), a RecordTV lançou para toda a imprensa a sua próxima novela bíblica, O Rico e Lázaro, em evento realizado no RecNov, localizado no Rio de Janeiro.



A festa teve a presença de todo o elenco da novela e também da direção do folhetim, além de outros executivos da RecordTV que tocam a teledramaturgia do canal e a direção artística.

A novela deverá começar com uma ideia interessante: não será mostrado, de primeira, quem será o Rico e quem será o Lázaro do título da trama. O folhetim será assinado por Paula Richard, que confessou que não pensava em fazer uma novela de início.

"Quando comecei a pesquisar a história do reino da Babilônia, vi que era um universo muito rico. Os profetas, os reis, tudo parecia uma novela já pronta. De 80 capítulos da minissérie, transformamos em 150", disse a escritora.



Porém, o diretor artístico da emissora, Marcelo Silva, confessou que o planejamento pode ser maior do que os 150 capítulos pensados. Caso faça sucesso, O Rico e Lázaro pode, sim, ser esticada.

"Estamos muito felizes por mais essa novela. Serão 150 capítulos feitos com muito cuidado pela Casablanca. Mas esse número pode crescer a depender da aceitação do público", disse o executivo.

Quem também estava com "mania de grandeza" era o diretor de teledramaturgia do canal, Anderson Souza, que revelou números impressionantes sobre o tamanho da produção.

"São 46 cenários, oito mil peças de figurino. Seis mil figurinos já foram usados até o fim de fevereiro", comentou. No total, serão mais de 97 atores, um elenco bastante inchado para os atuais padrões da teledramaturgia nacional.

No elenco, estão nomes como Igor Rickli e Dudu Azevedo, que serão os protagonistas, além de Milena Toscano, Rafael Gevú, Paulo Gorgulho, Zécarlos Machado, Gabriel Gracindo, Vitor Hugo, Licurgo Spínola, Heitor Martinez, Adriana Garambone, Kayky Brito, Ângelo Paes Leme, Nikolas Antunes, Pérola Faria, Sthefany Brito, Anderson Müller, Denise Del Vecchio, Cássio Scapin e Christine Fernandes, entre outros.

A história

O Rico e Lázaro é uma novela inspirada em uma parábola bíblica, contada por Jesus aos seus discípulos, que ganhará contornos dramáticos e folhetinescos através do texto da autora Paula Richard.

A trama se passa em 600 a.C, aproximadamente, e partirá da história de dois homens que morrem no mesmo dia, mas apenas um deles conhece o paraíso, enquanto o outro sofre no inferno.

Zac (Igor Rickli) e Asher (Dudu Azevedo) são hebreus que nasceram com as mesmas oportunidades, no entanto, os dois seguirão caminhos diferentes após a morte. As escolhas que cada um fará ao longo da vida definirão seus destinos. O amor da hebreia Joana (Milena Toscano) será disputado entre os personagens centrais.



Após o governo de vários reis que se afastaram de Deus, a cidade de Jerusalém encontra-se mergulhada na idolatria. O Povo de Israel está prestes a perder tudo que Moisés e Josué conquistaram. A Babilônia impõe sua força sobre toda a região da Mesopotâmia. Após derrotar os egípcios, Nabucodonosor (Heitor Martinez), assume o trono do vasto e poderoso império. O rei então invade Jerusalém, destrói o Templo de Salomão e escraviza milhares de hebreus, dando início ao Cativeiro da Babilônia, que se estenderá por setenta anos.

O Rico e Lázaro estreia na próxima segunda (13), no lugar de A Terra Prometida, a partir das 20h30, na RecordTV.

Leia também: Duas boas histórias bíblicas que poderiam ser transformadas em novela pela Record




commentDeixe sua opinião
menu