Morre Vida Alves, atriz conhecida por dar o primeiro beijo da TV brasileira



Morreu nesta terça-feira (3), em São Paulo, a atriz Vida Alves, conhecida por dar o primeiro beijo da história da televisão brasileira. A pioneira tinha 88 anos e morreu vítima de falência múltipla dos órgãos.



Nascida na cidade mineira de Itanhadu, em 1928, a atriz ficou famosa por protagonizar a primeira cena de beijo de nossa TV, ocorrida em 1951, um ano após a inauguração do veículo em nosso país. O evento ocorreu ao vivo, na novela "Sua Vida me Pertence", da Tupi.

Seu parceiro era o galã Walter Forster, falecido em 1996. Não existem imagens oficiais do beijo, que não foi fotografado pela emissora, que considerou a cena muito polêmica para ser registrada.

Em 1963, Vida também protagonizou o primeiro beijo homossexual de nossa teledramaturgia, ao lado de Geórgia Gomide. O fato se deu no teleteatro "A Calúnia", também na Tupi. Enquanto a atriz afirmava que isto ocorreu em 1964, outras fontes afirmam que o beijo foi transmitido em 1963. Seu último trabalho em teledramaturgia foi na novela Os Estranhos, em 1969, na TV Excelsior.

Décadas após a aposentadoria televisiva, Vida Alves voltou ao ar na minissérie global Um Só Coração (2004), que homenageava os anos 1940, época em que começou sua carreira no teatro.



Nos últimos anos, a atriz era responsável pela ONG Pró-TV, uma das raras iniciativas que buscam manter a memória da televisão brasileira.

Sua história foi contada no livro "Vida Alves - Sem medo de viver", de autoria de Nelson Natalino e lançado em 2013 pela editora Imprensa Oficial.

O velório de Vida Alves ocorrerá nesta quarta-feira (4), à partir das 9h, no Cemitério do Araçá, em São Paulo.

Relembre a trajetória de Vida Alves em reportagem do Jornal da Gazeta de 2014:







commentDeixe sua opinião
menu