2 de janeiro na história da TV: em 2007, a estreia de Amazônia - De Galvez a Chico Mendes


Confira os destaques do dia 2 de janeiro na história da televisão brasileira:

No dia 2 de janeiro de 1967, estreava a novela Angústia de Amar (Tupi).

Baseada no romance O Rosário, de Florence Barclay, esta trama trazia no elenco nomes como Aracy Balabanian, Eva Wilma e Juca de Oliveira. Representou também a estreia, em novelas, de Beatriz Segall e Cecil Thiré. Este último vivia o galã Roger, dividido entre a noiva belíssima e execrável, Patrícia (Eva), e a feiosa de bom coração Jane (Aracy). Direção de Geraldo Vietri.



No dia 2 de janeiro de 1978, estreava a novela João Brasileiro, o Bom Baiano (Tupi).

Escrita e dirigida por Geraldo Vietri, a trama mostrava a luta de João (Jonas Mello), deixando sua terra natal e recomeçando a vida em São Paulo. O enredo continha elementos de outros folhetins do autor, como Meu rico Português (1975, também estrelada por Jonas): o misterioso protagonista fugia do lugar onde nasceu por conta de um casamento frustrado. Destaque para Nair Bello, como dona Pina.



No dia 2 de janeiro de 1981, terminava a primeira versão da série Carga Pesada (Globo).

Clássico da televisão brasileira, a atração mostrava as aventuras dos caminhoneiros Pedro e Bino, vividos por Antonio Fagundes e Stênio Garcia. Em discussão, os dilemas de todos os brasileiros que enfrentam a dura rotina das estradas. Antonio e Stenio, de tão envolvidos com o projeto, chegaram a redigir o roteiro de 12 dos 54 episódios. A série, original de 1979, foi revivida em 2003, ficando no ar até 2007.



No dia 2 de janeiro de 1983, terminava a segunda versão do humorístico Balança, Mas Não Cai (Globo).

Clássico do humor, vindo da Rádio Nacional - e já com uma passagem pela Globo e outra pela Tupi -, a atração trazia diversos personagens humorísticos, vividos por nomes como Paulo Gracindo, Brandão Filho, Lúcio Mauro, Sônia Mamede e Costinha, entre outros. Um edifício de aço, concreto e vidro, construído no palco do Teatro Fênix, abrigava a produção, veiculada aos domingos, 18h.



No dia 2 de janeiro de 1995, estreava a segunda versão da novela Irmãos Coragem (Globo).

Remake do clássico de Janete Clair exibido entre 1970 e 1971, a obra foi escrita e dirigida, a princípio, por Dias Gomes e Luiz Fernando Carvalho. Marcos Palmeira, Marcos Winter e Ilya São Paulo se encarregaram dos protagonistas João, Duda e Jerônimo, defendidos no original por Tarcísio Meira, Cláudio Marzo e Cláudio Cavalcanti. Marzo, aliás, regressou; desta vez, como o vilão Pedro Barros.



No dia 2 de janeiro de 1998, terminava a temporada 1997 de Malhação (Globo).

Nesta temporada, a novela apostou no diálogo entre pais e filhos e no debate sobre sexo. Atuando como supervisor de texto, Carlos Lombardi apostou alto no casal Vodu (Pedro Vasconcellos), jogador de futebol, e Patrícia (Luana Piovani), uma riquinha esnobe. E o jogador da "vida real", Ronaldinho, surgiu em cena para desposar Mariana (Susana Werner, então namorada do craque).



No dia 2 de janeiro de 2007, estreava a minissérie Amazônia - De Galvez a Chico Mendes (Globo).

Escrita por Glória Perez, a minissérie reunia nomes como José Wilker, Alexandre Borges e Cássio Gabus Mendes, à frente de um gigantesco elenco. O objetivo era recontar a história do Acre, o último estado anexado ao território brasileiro, unindo ficção e fatos históricos. Participações de Christiane Torloni, Giovanna Antonelli, Juca de Oliveira, Letícia Spiller, Lima Duarte, Osmar Prado, Vera Fischer e Zezé Polessa.



No dia 2 de janeiro de 2011, estreava o programa Esquenta! (Globo).

Programa de auditório comandado por Regina Casé, a atração pretendia focar em camadas mais populares, dando espaço a ritmos como o samba e o funk. Na estreia, a apresentadora recebeu Arlindo Cruz - depois fixado no elenco - e Gilberto Gil. A princípio exibido em formato de temporada, o Esquenta! ganhou lugar cativo na grade em 2014, o que terminou por levá-lo ao desgaste.



No dia 02 de janeiro de 2012, estreava a série Acampamento de Férias III - O Mistério da Ilha do Corsário (Globo).

Renato Aragão voltava a estrelar uma série infanto-juvenil, de cinco episódios, no ar às 17h30 de segunda-feira a sexta-feira. Aqui, Didi convencia seus colegas de acampamento a partirem em busca de uma coroa encantada de um rei de Portugal, perdida aqui no Brasil na época das cruzadas. No elenco, Débora Nascimento, Flávio Tolezani, Henri Castelli, Odilon Wagner, Paulo Miklos e Vanessa Lóes.



Leia também