O programa que foi cancelado e voltou com sucesso: 25 curiosidades sobre o Esporte Espetacular



1 - Esporte Espetacular é um programa esportivo da Rede Globo e está no ar desde 8 de dezembro de 1973.



2 - Completando 44 anos de existência, é um dos mais antigos programas ainda em exibição da televisão brasileira.

3 - Na época de seu lançamento, a ideia era abrir espaço para outras modalidades esportivas que não o futebol, que já predominava a cobertura esportiva.

4 - No início, o programa trazia conteúdo norte-americano, vindo do esportivo Wide World of Sports, exibido de 1961 a 1998 na rede norte-americana ABC.



5 - Assim, o programa exibia modalidades pouco praticadas no Brasil, como patinação no gelo, rodeio, demolição de carros, esqui e pólo.

6 - Mesmo não sendo muito populares, tais reportagens influenciaram os esportes brasileiros. Nos anos 1990, o programa exibiu uma matéria na qual afirmava que os rodeios nacionais foram influenciados pelas exibições de competições norte-americanas na década de 1970.

7 - A primeira equipe do Esporte Espetacular reunia nomes consagrados no setor, como Luciano do Valle, Léo Batista e Juarez Soares.



8 - Ao contrário do que acontece atualmente, com o tom do programa sendo informal, no início a linha adotada era formal, com os jornalistas usando terno e gravata.

9 - Nesta primeira fase, a atração sofreu com mudanças no horário de exibição e pouco destaque na grade global, além da falta de identidade, uma vez que boa parte do conteúdo trazia modalidades pouco conhecidas no país.

10 - Em 1976, após assistir uma edição na qual o principal destaque era um torneio de corte de árvores nos Estados Unidos, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni (na época, vice-presidente de operações da TV Globo), resolveu mudar a linha editorial. Assim, o programa deixou de lado os esportes inusitados e passou a cobrir categorias mais identificadas com o público brasileiro, como atletismo, basquete e vôlei.



11 - Naquele ano, o esportivo passou a ser exibido nas tardes de domingo, no lugar do Programa Silvio Santos, que havia saído da Globo.

12 - No ano seguinte, 1977, uma grande mudança: com o programa sendo deslocado para as manhãs de domingo, o tom editorial mudou radicalmente, com as reportagens e a apresentação ficando mais leves e divertidas.

13 - Em 1980, Fernando Vannucci, que já narrava alguns eventos na atração, passou a dividir o comando do programa com Léo Batista.



14 - Um ano mais tarde, o programa foi deslocado para as tardes de sábado e começou a exibir eventos ao vivo, como campeonatos de vôlei, natação, windsurfe e também as eliminatórias da Copa do Mundo de 1982.

15 - Mesmo com todas as novidades, o Esporte Espetacular foi cancelado em 30 de abril de 1983, saindo do ar por quatro anos.

16 - Uma nova versão do programa surgiria em 22 de março de 1987. Exibido nas noites de domingo, trazia mais destaque para os esportes nacionais e também para modalidades radicais, que estavam na moda naquela época.



17 - Seguindo com o comando de Fernando Vanucci e Léo Batista, o programa se tornou cada vez mais leve e passou a exibir eventos patrocinados, nos quais competições esportivas eram bancadas por marcas, uma novidade naquele período.

18 - Nesta fase, novos nomes também participaram da apresentação, como Sérgio Ewerton e Isabela Scalabrini, a primeira mulher a apresentar um programa esportivo na Globo.



19 - Em 1991, a atração passou a ser exibida aos sábados à tarde, ganhando mais tempo no ar e reportagens mais profundas. Nesta fase, o esportivo passou a ser apresentado por Fernando Vanucci e Mylena Ciribelli.

20 - Cinco anos depois, em 1996, a dupla passou a dividir o comando do programa com outro casal: Glenda Kozlowski e Clayton Conservani. Léo Batista também seguia na equipe, fazendo participações eventuais.



21 - Em outubro daquele ano, o Esporte Espetacular ganhou o horário no qual está até hoje: as manhãs de domingo. Outra mudança desta fase foi o foco maior na vida dos atletas e não só no resultado das competições.

22 - A partir de 2001, Tino Marcos e Glenda Kozlowski passaram a comandar o programa. Eles ficaram no posto até 2005, quando o repórter Luís Ernesto Lacombe assumiu o posto, acompanhado por Cristiane Dias no ano seguinte.



23 - Em 2011, Glenda voltou ao programa e, no ano seguinte, passou a dividir a apresentação com o ex-jogador de vôlei Tande. Em 2013, Ivan Moré substituiu o atleta, sendo trocado por Alex Escobar em 2015.

24 - Em setembro de 2016, nova mudança, com Fernanda Gentil e o ex-judoca Flávio Canto assumindo o programa. Flávio foi substituído por Felipe Andreoli no início deste ano.



25 - Desde o começo, com apenas algumas interrupções, o tema de abertura do esportivo é a música Dr. Jeckle and Hyde Park, gravada pela orquestra britânica Carnaby Street Pop Orchestra And Choir em seu único LP, lançado no ano de 1969.


Deixe sua opinião



Leia também

Novelas

Por onde anda Cecília Dassi, a Sandrinha de Por Amor

A garotinha Sandrinha conquistou o Brasil na primeira exibição de Por Amor, exibida entre 1997 e 1998 pela Rede Globo. Cecília Dassi, tinha apenas sete anos quando interpretou a personagem. Depois disso, ainda atuou em diversos papeis na Rede Globo, mas abandou a carreira na televisão