7 de dezembro na história da TV: em 1999, terminava a série Mulher





Confira abaixo o resumo dos principais fatos que aconteceram na história da televisão no dia 7 de dezembro.

No dia 7 de dezembro de 1964, há 52 anos, estreava a novela Prisioneiro de um Sonho (Record). A produção tinha trilha sonora do ainda anônimo Chico Buarque e ficou marcada por ser a primeira telenovela do casal Eva Wilma e John Herbert

No dia 7 de dezembro de 1968, há 48 anos, estreava o jornalístico Amaral Netto, o Repórter (Globo). Apresentado previamente pela Tupi, o programa trazia o jornalista mostrando locais e tradições desconhecidas do Brasil; a atração ficou no ar até 1983.

No dia 7 de dezembro de 1969, há 47 anos, terminava a novela Nenhum Homem é Deus (Tupi). Escrita por Sérgio Jockyman, tinha no elenco nomes como Walmor Chagas e Lílian Lemmertz.

No dia 7 de dezembro de 1991, há 25 anos, terminava o programa infantil Mariane (SBT). Anteriormente chamado Do-ré-mi-fá-só-lá-si com Mariane, o programa havia sucedido a atração homônima comandada por Simony. Ficando apenas um ano no ar, o infantil foi tirado do ar quando a loira foi demitida, supostamente por ter cortado o cabelo sem autorização da emissora.



No dia 7 de dezembro de 1998, há 18 anos, estreava a novela Meu Pé de Laranja Lima (Band). Baseada na obra de José Mauro de Vasconcelos, esta foi a terceira adaptação do livro para as telenovelas, com outras versões tendo sido exibidas em 1970 na Tupi e em 1980, também na Band.



No dia 7 de dezembro de 1999, há 17 anos, terminava a série Mulher (Globo). Exibido em 62 episódios, o seriado mostrava o cotidiano de duas médicas, interpretadas por Eva Wilma e Patrícia Pillar, lidando com dramas derivados da rotina de uma clínica particular. Curiosidades: a série foi toda gravada em película, com câmeras de cinema, e teve seu último episódio totalmente gravado em alta definição.



No dia 7 de dezembro de 2007, há 9 anos, terminava a série O Sistema (Globo). Criada pelo casal Fernanda Young e Alexandre Machado, mostrava a história de um cidadão comum se rebelando contra o sistema vigente na sociedade atual. Com Selton Mello, Graziela Moretto e Ney Latorraca. No entanto, a produção não foi bem no quesito audiência.



Colaboraram Daniel Smith e Paulo Almeida Prado







commentDeixe sua opinião
menu