26 de outubro na história da TV: em 2012, terminava Gabriela



Confira os destaques do dia 26 de outubro na história da televisão brasileira:

No dia 26 de outubro de 1966, estreava a novela O Anjo e o Vagabundo (Tupi).

Devido ao sucesso de Somos Todos Irmãos, a novela anterior no horário (20h), a emissora manteve o autor Benedito Ruy Barbosa e os protagonistas Rosamaria Murtinho e Sérgio Cardoso no ar. Aqui, foco nos desencontros de Renato (Sérgio), que abandona a boa para se tornar mendigo; Geni (Rosamaria), a esposa de Renato que busca a filha desaparecida; e Tininha (Gianete Franco), órfã à procura dos pais.



No dia 26 de outubro de 1970, estreava a novela A Próxima Atração (Globo).

Primeiro trabalho autoral de Walther Negrão para a Globo. A trama, exibida às 19h, narrava as desventuras de Rodrigo (Sérgio Cardoso), um gaúcho solitário instalado numa mansão onde moram sete moças - dentre elas, Cissa (Betty Faria), chacrete. A novela sofreu acusações de plágio - do autor teatral Hélio Bloch - e contou com Silvio de Abreu, hoje diretor do departamento de teledramaturgia diária da Globo, no elenco.



No dia 26 de outubro de 1972, estreava a primeira versão da série A Grande Família (Globo).

Primeira versão da série de Marcos Freire, com roteiros de Armando Costa, Max Nunes, Oduvaldo Viana Filho e Paulo Pontes. Eloísa Mafalda e Jorge Dória viviam Nenê e Lineu, chefes do clã Silva, que contava ainda com o avô Seu Flor (Brandão Filho) e os filhos Tuco (Luiz Armando Queiróz), Bebel (Djenane Machado) e Júnior (Osmar Prado) - rifado do remake produzido em 2001.



No dia 26 de outubro de 1972, estreava a série Shazan, Xerife & Cia (Globo).

Spin-off da novela O Primeiro Amor (1972), clássico de Walther Negrão exibido às 19h. Os mecânicos Shazan (Paulo José) e Xerife (Flávio Migliaccio), personagens do folhetim, resolviam percorrer o mundo a bordo da "camicleta", em busca de uma peça que os auxiliaria na construção da bicicleta voadora. A princípio veiculada às quintas-feiras, 21h, a série foi estendida para versão diária, às 18h, no ano seguinte.



No dia 26 de outubro de 1981, estreava a novela Jogo da Vida (Globo).

Silvio de Abreu, em conluio com os diretores Jorge Fernando e Guel Arraes, foi inserindo aos poucos elementos da comédia pastelão à esta crônica de costumes desenvolvida por Janete Clair. Acabou que a tragédia de Jordana (Glória Menezes) - dona de casa abandonada pelo marido que recebe como herança quatro estátuas cheias de dólares - se transformou numa hilariante aventura, que marcou a faixa das 19h.



No dia 26 de outubro de 1981, terminava a série Obrigado, Doutor (Globo).

Francisco Cuoco vivia Rodrigo Junqueira, médico ginecologista encarregado de atender a população carente de Andorinhas, cidade rural onde o único hospital - de propriedade de Isabel (Elaine Cristina) - se encontra desativado. Obrigado Doutor, aliás, marcou a estreia na Globo de Elaine e de Nicette Bruno, egressas da Tupi, que havia fechado as portas no ano anterior.



No dia 26 de outubro de 1982, terminava a novela A Leoa (SBT).

Mais uma produção do SBT adaptada de um texto latino, tendo Raimundo Lopes, autor de Redenção (1965), no time de adaptadores. À frente do elenco - que contava com Geraldo Del Rey e Paulo Castelli -, Maria Estela como Alice, esposa abnegada de Júlio (Luiz Parreiras) que, para satisfazer os caprichos da filha Maria (Suzy Camacho), abandona o lar e se transforma numa bem-sucedida empresária.



No dia 26 de outubro de 1987, estreava a reapresentação de Amor com Amor se Paga (1984) em Vale a Pena Ver de Novo.

A Globo selecionou esta produção das 18h para substituir Vereda Tropical, também exibida em 1984, às 19h. Na trama de Ivani Ribeiro - reedição de Camomila e Bem-me-quer (1972), da Tupi -, Ary Fontoura vivia Nonô Corrêa, o avarento que "comprava" Mariana (Cláudia Ohana), a namorada de seu filho Tomás (Edson Celulari), planejando desposá-la. Os 155 capítulos originais foram condensados em 115.



No dia 26 de outubro de 1990, terminava a novela Rainha da Sucata (Globo).

A sucateira Maria do Carmo (Regina Duarte) hesitou até o último minuto, mas acabou cedendo aos encantos de Edu (Tony Ramos), o colega de juventude que disputou com a insana Laurinha Figueroa (Glória Menezes), madrasta dele. Rainha da Sucata - cujo êxito acabou ofuscado pelo sucesso de Pantanal, na Manchete - marcou a estreia de Silvio de Abreu às 20h e imortalizou Dona Armênia, de Aracy Balabanian.



No dia 26 de outubro de 1998, terminava o programa Cozinha Maravilhosa da Ofélia (Band).

No ar desde 1958 - quando estreou como quadro do primeiro programa feminino da TV brasileira, Revista Feminina (Tupi) - o Cozinha Maravilhosa da Ofélia chegou ao fim com a morte de sua apresentadora, a culinarista Ofélia Anunciato, vítima de um infarto do miocárdio. Ofélia estava na Band desde 1968 - a emissora havia sido inaugurada no ano anterior.



No dia 26 de outubro de 2009, estreava o jornalístico Boletim de Ocorrências (SBT).

Pegando carona nos jornalísticos policiais que sempre se saem bem na Record e na Band, o SBT lançou o Boletim de Ocorrências, apresentado por Joyce Ribeiro. O telejornal, que a princípio nem equipe de produção possuía, acabou conquistando bons índices, o que determinou a criação de aberturas, vinhetas e a contratação de repórteres e profissionais de bastidores.



No dia 26 de outubro de 2012, terminava a segunda versão da novela Gabriela (Globo).

37 anos após a adaptação de Walter George Durst para o horário das 22h - celebrando os 10 anos da Globo -, Walcyr Carrasco voltava a recorrer ao romance de Jorge Amado nesta produção das 23h. Foi Juliana Paes quem "redesenhou" a morena "cravo e canela", eternizada por Sônia Braga na TV e no cinema. O destaque vai para Laura Cardoso como Dorotéia, a beata que sentia saudades do tempo de quenga.



No dia 26 de outubro de 2012, terminava o programa Manhã Maior (RedeTV!).

Regina Volpato e Daniela Albuquerque dividiam o comando deste matinal, marcado por polêmica como a que envolveu a ex-apresentadora Keila Lima - que, em sua despedida, retirou o ponto eletrônico e fez um emocionado (e irônico) discurso. Na primeira formação, também esteve o jornalista Arthur Veríssimo. Foi nesta atração que a RedeTV! anunciou a contratação de Hebe Camargo, então estrela do SBT.

Leia também: 25 de outubro na história da TV: em 2004, estreava Charme com Adriane Galisteu

Leia também: 24 de outubro na história da TV: em 2005, a estreia de Prova de Amor




commentDeixe sua opinião
menu