No auge de sua carreira, Xuxa também teve programa na TV da Argentina


No auge de seu sucesso no Brasil, a Rainha dos Baixinhos também ganhou fãs na América Latina. A seguir, conheça o programa de Xuxa na Argentina!



No ano de 1990, a apresentadora ganhou um especial na rede argentina Telefé, a principal daquele país. Exibido como parte da programação comemorativa de fim de ano, o programa nada mais era que um show, onde a cantora interpretava seus maores sucessos em língua espanhola. Transmitido direto do Teatro Broadway, em Buenos Aires, o evento obteve grande repercussão.

Veja também: Desenhos, brincadeiras e muitas trocas de horário: relembre tudo sobre a Casa da Angélica

Então, no ano seguinte, a emissora contratou a apresentadora. Em 6 de maio daquele ano, era lançado o El Show de Xuxa. Também dirigido por Marlene Mattos, a produção era basicamente uma versão em espanhol do Xou da Xuxa, exibido no Brasil pela Globo. Com cenário, brincadeiras e dinâmica igual à do original, a atração tinha apenas uma grande diferença: o horário de exibição, com o show sendo exibido no final da tarde.



Além disso, diferentemente do que ocorria por aqui, o programa recebia crianças menores de cinco anos, o que fazia com que Xuxa sempre interagisse com bebês. Com o passar do tempo, novas brincadeiras foram criadas e exibidas exclusivamente na Argentina. Além disso, o programa também adaptou quadros clássicos de outros programas brasileiros, como a Porta dos Desesperados de Sérgio Mallandro.



Nesta primeira fase, Xuxa ainda não tinha domínio completo do idioma. Assim, quando falava um termo errado no ar, o som de um gongo alertava a apresentadora, em uma correção bem-humorada. Com sua popularidade se tornando cada vez mais alta no país, a apresentadora também se tornou um fenômeno da publicidade argentina, assim como ocorria no Brasil. Então, aproveitando a oportunidade, um dicionário espanhol/português com a imagem da loira foi lançado. Além disso, diversos outros produtos com sua marca chegaram ao mercado local.



No país vizinho, o personagem Dengue, vivido por Roberto Berttini, fez ainda mais sucesso do que no Brasil, gravando um disco com canções em espalhol.

Ainda em 1991, a produção ganhou duas paquitas argentinas: Julieta e Karina. A cada duas semanas, a equipe se deslocava do Brasil para a Argentina e gravam os programas daquele período, em um ritmo onde eram produzidos cinco episódios por dia.

Sucesso localmente, a atração passou a ser exportada pela Telefé, sendo vendida para diversas emissoras da América Latina, entre elas La Red (Chike), Ecuavisa (Equador), Teledoce (Uruguai), Telemundo PR (Porto Rico), Latina (Peru), Telemetro (Panamá), RCN (Colômbia) e Canal 3 (Guatemala).



Então, em 1993, Xuxa trocou de emissora, indo para o Canal 13, canal do Grupo Clarín que atualmente é chamado de Eltrece. Na emissora, vice-líder de audiência, ela fez sua última temporada na Argentina. Em 31 de dezembro daquele ano, o El Show de Xuxa era exibido pela última vez.



Na época de sua passagem pela Argentina, Xuxa foi assediada pela mexicana Televisa, que queria contratá-la para um programa similar. Porém, as negociações não se concretizaram. Desde então, a apresentadora nunca mais fez um programa fixo fora do Brasil, apenas sendo convidada em participações especiais.

Veja também: Episódios perdidos e exibição na Globo substituindo Xuxa: os segredos da série Mundo da Lua


Deixe sua opinião


Leia também