Globo apresenta o catálogo 2018 ao mercado internacional; emissora aposta em A Força do Querer e versão "supersérie" de Velho Chico


O mundo está em constante movimento e a Globo também. Acompanhando as mudanças da sociedade e em sintonia permanente com o público, como e onde ele estiver. No Brasil, a empresa fala diariamente com mais de 100 milhões de pessoas, através de suas múltiplas plataformas de conteúdo. Suas produções também vão além. Já conquistaram 16 Emmys Internacionais e audiências de mais de 170 países, com o licenciamento de conteúdo e coproduções internacionais. Também estão presentes nos canais internacionais da Globo, em cinco continentes.



Para celebrar o alcance de suas criações e as novidades disponíveis para o mercado internacional, a empresa reuniu mais de 200 programadores de TV e jornalistas em seu tradicional café da manhã desta terça-feira, dia 16, no primeiro dia do Natpe, importante feira para produtores e distribuidores de conteúdo da América Latina e do mundo, realizada anualmente em Miami, nos Estados Unidos.

Raphael Corrêa Netto, Diretor Executivo de Negócios Internacionais da Globo, abriu o evento, dando as boas-vindas a todos os presentes. "Nos Estúdios Globo, somos um caldeirão de talentos que trabalha junto em uma constante busca por diversidade, qualidade e inovação. E se hoje, no Brasil, a Globo fala com mais de 100 milhões de pessoas, replicamos esse alcance ainda mais através da programação de cada um de vocês", destacou o diretor, convidando os presentes a conhecer um pouco mais sobre as novidades para o mercado em vídeo produzido para o encontro.

No telão, o promo reel apresentado pelo ator Cauã Reymond anunciou os destaques para 2018: obras que refletem a alta qualidade do conteúdo produzido nos Estúdios Globo, reconhecido como o maior centro de produções de TV da América Latina. São novelas, séries, superséries e filmes que demonstram o constante investimento da empresa em criação, produção e distribuição de conteúdo multiplataforma.

Uma das apostas do catálogo é A Força do Querer, novela de Glória Perez, autora vencedora do Emmy Internacional e responsável por diversos hits da Globo, como O Clone (2001) e Salve Jorge (2012). A Globo também fez um preview dos dois novos títulos O Outro Lado do Paraíso, estreia de outubro do ano passado, e Deus Salve o Rei, no ar desde o último dia 9.

Entre a seleção de séries, quatro títulos são destaque em 2018. Além das cenas impactantes e repletas de adrenalina de Sob Pressão, coprodução da Globo com a Conspiração Filmes, e de Carcereiros, coproduzida com a Gullane Filmes e a Spray Filmes e premiada pelo Grande Júri na segunda edição do MIPDrama Screenings, no MIPTV 2017, o reel destacou a comédia romântica A Fórmula. Com o uso da tecnologia 4K na produção de efeitos visuais e cenas gravadas em 3D, o trabalho conta com um jogo de cenas elaborado para revelar a personagem nas duas versões. A apresentação dos títulos para o mercado também incluiu Os Experientes, que coloca de forma lírica, porém realista, a terceira idade como protagonista. São quatro histórias improváveis que mostram que o mais importante da vida pode acontecer no fim dela. Indicada ao Emmy Internacional, é uma produção da O2 Filmes com a Globo, com direção de Fernando Meirelles, diretor de sucessos do cinema como O Jardineiro Fiel e Cidade de Deus.

Já entre as duas superséries que compõem o catálogo estão Os Dias Eram Assim e Velho Chico, indicada ao International Emmy Awards - e exibida por aqui como novela das 21h.

A empresa também destacou cinco longas-metragens da Globo Filmes, braço cinematográfico do Grupo Globo, que integram o catálogo de títulos para 2018. Selecionado para a mostra oficial do Festival de Sundance deste ano, Ferrugem debate as consequências do vazamento de imagens íntimas entre jovens de uma escola. Inspirado na premiada HQ de mesmo nome, do brasileiro Marcello Quintanilha, Tungstênio é o mais novo filme do diretor Heitor Dhalia. Sob o clima de tensão, a obra narra as histórias entrelaçadas de personagens de bairros pobres de Salvador, que precisam lidar com situações extremas. Já o drama A Glória e a Graça acende a discussão sobre o contexto de família, com a história de Glória, uma mãe solteira que, ao descobrir ter um aneurisma cerebral, resolve ir atrás do irmão, Luiz Carlos, que não vê há 15 anos. Quando se encontram, Graça é surpreendida ao se deparar com Glória, uma linda travesti, que deixou de ser Luiz Carlos há alguns anos. O thriller psicológico Sequestro Relâmpago e o filme de terror Morto Não Fala completam a seleção de filmes.


Deixe sua opinião


Leia também