12 de março na história da TV: em 2001, estreava Estrela-Guia


Confira os destaques do dia 12 de março na história da televisão brasileira:

No dia 12 de março de 1973, estreava a novela Vendaval (Record).

O autor Ody Fraga baseou-se em O Morro dos Ventos Uivantes, clássico de Emily Brontë, para conceber esta obra, veiculada às 20h. O protagonista Alfredo (Hélio Souto) retorna à fazenda Vendaval, onde reencontra os irmãos de criação, Rodolfo (Jonas Mello) e Catarina (Joana Fomm), por quem fora apaixonado. No elenco, Fernando Baleroni - esposo de Laura Cardoso -, Lia de Aguiar, Lilian Lemmertz, Rodolfo Mayer e Sebastião Campos.



No dia 12 de março de 1990, estreava a novela Gente Fina (Globo).

José Louzeiro desenvolveu o argumento, Luís Carlos Fusco cuidou dos capítulos e Walter George Durst se encarregou de colocar este folhetim nos eixos, tanto no que tange à narrativa, quanto na audiência. Os dilemas do casal Guilherme (Hugo Carvana) e Joana (Nívea Maria), tentando recomeçar a vida em São Cristóvão em meio a uma crise financeira, não empolgou. No elenco: Gracindo Jr, Guilherme Fontes, José Lewgoy, Milton Gonçalves, Sandra Bréa e a estreante Lizandra Souto.



No dia 12 de março de 1993, terminava a reapresentação de Bebê a Bordo (1988) em Vale a Pena Ver de Novo (Globo).

Com Fera Radical e Vale Tudo, Bebê a Bordo formou uma das trincas de maior sucesso do horário nobre global. As três foram reprisadas em sequência, com 'Bebê' estreando em dezembro de 1992, logo após 'Fera' e 'Vale'. As desventuras da pequerrucha Heleninha (Beatriz Bertu) foram condensadas em 90 capítulos. Quase 25 anos depois, o Canal VIVA deu início à reapresentação dos 209 capítulos da trama, às 15h30 e 00h30.



No dia 12 de março de 1999, terminava a reapresentação de Quatro Por Quatro (1994) em Vale a Pena Ver de Novo (Globo).

Bem-sucedida produção das 19h, Quatro Por Quatro ganhou repeteco na sessão vespertina de reprises após dois títulos de pouca expressão, castigados pela "tesoura" - Felicidade (1991) e O Salvador da Pátria (1989). A novela de Carlos Lombardi se manteve, durante praticamente todos os 145 capítulos (233 no original), acima dos 20 pontos de média. Em 2010, a comédia foi resgatada, na íntegra, para a estreia do Canal VIVA, com exibição às 15h30.



No dia 12 de março de 2001, estreava a novela Estrela-Guia (Globo).

No auge do sucesso, a cantora Sandy protagonizou esta exitosa "mininovela" das 18h, escrita por Ana Maria Moretzsohn. Destaque para Rodrigo Santoro e Lilia Cabral, os vilões Carlos Charles e Daphne - filho e mãe -, que tentavam tomar as terras de Cristal (Sandy), garota criada em uma comunidade alternativa que se vê apaixonada pelo padrinho, Tony (Guilherme Fontes), noivo de Vanessa (Carolina Ferraz). Já Charles se interessa por Gisela, ótimo trabalho de Thaís Fersoza.



No dia 12 de março de 2010, terminava a reapresentação de Alma Gêmea (2005) em Vale a Pena Ver de Novo (Globo).

Após enfrentar problemas com a reapresentação de Senhora do Destino (2004), a emissora decidiu apostar num folhetim "água-com-açúcar", responsável pela maior audiência do horário das 18h na década em questão. Alma Gêmea, de Walcyr Carrasco, manteve os índices do 'Vale a Pena' em alta! Os 227 capítulos do romance de Serena (Priscila Fantin) e Rafael (Eduardo Moscovis), ameaçados por Cristina (Flávia Alessandra), foram condensados em 145.



No dia 12 de março de 2012, estreava a segunda reapresentação de Chocolate Com Pimenta (2003) em Vale a Pena Ver de Novo (Globo).

Após resgatar pela segunda vez três títulos de Ivani Ribeiro - A Gata Comeu (1985), A Viagem (1994) e Mulheres de Areia (1993) em 2001, 2006 e 2011, respectivamente - a Globo passou a apostar em "re-reprises" das tramas de Walcyr Carrasco. 'Chocolate', estrelada por Mariana Ximenes e Murilo Benício, voltou para as tardes com cinco capítulos a mais do que na primeira reexibição, entre julho de 2006 e janeiro de 2007: 140, ante 209 da veiculação original, às 18h.


Deixe sua opinião


Leia também