Quando e como começaram as duplas mais famosas dos telejornais brasileiros





Cid Moreira e Sérgio Chapelin





A eterna dupla do Jornal Nacional se encontrou pela primeira vez em 1972, quando Chapelin passou a fazer parte da bancada junto com Cid Moreira, que já ocupava esse lugar desde a estreia do telejornal, em 1969. Ficaram juntos até 1983, quando Chapelin foi para o SBT (e voltou um ano depois para a Globo, mas foi para o Globo Repórter). Estiveram juntos novamente entre 1989 e 1996, quando cederam os lugares para William Bonner e Lilian Witte Fibe.

Veja também: 11 apresentadores do Jornal Nacional que você não conhecia (ou não se lembrava)

Eliakim Araújo e Leila Cordeiro



A inspiração para o "casal telejornal" da TV Pirata veio de Eliakim Araújo e Leila Cordeiro. Casados, passaram a apresentar o Jornal da Globo juntos em 1986, permanecendo assim até 1989. Também apresentaram juntos o Jornal da Manchete (Manchete), Jornal do SBT (SBT), Aqui Agora (SBT) e telejornais do extinto canal CBS Telenotícias, nos EUA, entre outros.

William Bonner e Fátima Bernardes





Saiu um casal, entrou outro. William Bonner e Fátima Bernardes (que ainda não eram casados) passaram a comandar o Jornal da Globo após a saída de Eliakim Araújo e Leila Cordeiro. Ficaram juntos no telejornal até 1992. Em 1998, se reencontraram no Jornal Nacional, onde Fátima Bernardes ficou até dezembro de 2011.

Veja também: 11 comentaristas do Jornal da Globo que você não conhecia (ou não se lembrava)

Sandra Annenberg e Evaristo Costa





Dupla muito querida pelos telespectadores brasileiros, Sandra Annenberg e Evaristo Costa apresentam o Jornal Hoje juntos desde fevereiro de 2004. Sandra já estava no telejornal desde 2003, enquanto Evaristo assumiu o lugar de Carlos Nascimento, que foi para a Band.

Veja também: Morte de protagonista tumultuou final de novela da Globo em 1983







commentDeixe sua opinião
menu