Sucesso de 2000, Laços de Família está de volta no Viva



Se Helena é a protagonista unânime dos folhetins de Manoel Carlos, as relações familiares e amorosas também são marcas registradas do autor. A partir de 15 de fevereiro, uma das tramas de maior sucesso do novelista estreia no Viva: Laços de Família, às 23h45 (com exibição alternativa às 13h30).

Lançado em 2000, na Globo, o folhetim virou fenômeno ao abordar o amor incondicional de uma mãe pela filha e questões delicadas como a leucemia, a impotência sexual e a imprudência no trânsito.

Como cenário, o charmoso Leblon, bairro carioca que é o xodó do autor. Entre suas paisagens e seus estabelecimentos que serviram de locação, a praia e a livraria Argumento. Mas as belezas do bairro já começam a aparecer na abertura da novela. Criada pelo designer Hans Donner, a arte mescla pinturas paisagísticas do Leblon com pinceladas coloridas. Tudo isso embalado pelos versos de "Corcovado", nas vozes de Astrud Gilberto, com participações especiais de Tom Jobim, João Gilberto e Stan Getz.

O elenco estelar é mais um destaque da produção: Vera Fischer, Tony Ramos, Marieta Severo, José Mayer, Lilia Cabral, Carolina Dieckmann, Fernando Torres, Leonardo Villar, Alexandre Borges, Deborah Secco, entre outros nomes. A novela marca a estreia de Reynaldo Gianecchini e Juliana Paes e a consagração de Giovanna Antonelli, que interpretou a garota de programa Capitu. A direção de núcleo é de Ricardo Waddington.

Veja também: O que passava na TV quando estreou Laços de Família

Amor maternal versus triângulo amoroso



Vera Fischer interpreta a quinta Helena de Manoel Carlos. Mãe de Camila (Carolina Dieckmann) e Fred (Luigi Baricelli), e avó da pequena Nina (Larissa Honorato/Lígia Magessi), ela é uma empresária bem-sucedida, sócia de uma clínica de estética. Às vésperas da virada para o ano 2000, se envolve em um acidente de carro com Edu (Reynaldo Gianecchini). A princípio, Helena e o médico recém-formado, 20 anos mais novo, se estranham. Basta uma aproximação, para os dois se apaixonarem.

Ao longo da novela, a vida da protagonista tem uma reviravolta e ela abre mão do namorado para a filha e se entrega a Miguel (Tony Ramos), um livreiro culto. Quando tudo parece estar dando certo, Camila é diagnosticada com leucemia. Para salvar a vida da filha e gerar um doador de medula para ela, Helena decide engravidar, mas, para isso, precisa revelar o verdadeiro pai da moça.

Uma das cenas mais emblemáticas da novela é de quando Camila raspa a cabeça durante o tratamento da doença. A abordagem da leucemia na trama colaborou com o aumento de doadores de sangue, medula óssea e órgãos na época, além de ter levado a Globo à conquista do prêmio mais importante de responsabilidade social do mundo, o BITC Awards for Excellence 2001, na categoria Global Leadership Award.

O livreiro de Tony Ramos



O lado sentimental de Miguel (Tony Ramos) promete se manifestar depois de um longo período de luto. Charmoso e educado, o proprietário da livraria Dom Casmurro é pai de Paulo (Flávio Silvino) e Ciça (Júlia Feldens). Super dedicado à família e ao trabalho, Miguel se mantém fechado amorosamente desde o falecimento da ex-mulher em um acidente de automóvel. Ao conhecer Helena (Vera Fischer), se envolve com ela e volta a ver a vida com paixão.

Durante a trama, é mostrado o tratamento intensivo de Paulo, que tenta se recuperar das sequelas neurológicas resultantes do desastre de carro. Miguel apoia o filho incansavelmente e vibra a cada avanço. Enquanto isso, tenta se reaproximar de Ciça, sua filha caçula. Dona de um temperamento forte, a rebelde menina não tem muita paciência com as dificuldades do irmão. Na mesma casa também moram: Nilda (Yara Lins), mãe de Miguel; e Irene (Cléa Simões), que cuidou das crianças ainda pequenas e se tornou membro da família.

A temperamental Alma de Marieta Severo



Nem mocinha, nem vilã. Essa é Alma Flora, personagem de Marieta Severo. Forte e decidida, ela vem de família pobre, mas conquistou riqueza e status. Tia de Edu (Reynaldo Gianecchini) e Estela (Júlia Almeida), sempre tenta manipular a vida dos sobrinhos, de quem cuida como se fossem filhos. Seu lado superprotetor é um dos motivos que lhe faz tentar separar Edu de Helena (Vera Fischer), no período em que o casal mantém um relacionamento.

O bon vivant Danilo (Alexandre Borges) é seu quarto marido. Rodeado de mordomias, ele é um folgado que tem a vida que sempre quis: é bancado pela esposa e não hesita em paquerar outras mulheres. Um de seus alvos é Ritinha (Juliana Paes), doméstica da mansão.

Alma é dona de um haras, supervisionado por Pedro (José Mayer), em quem ela confia de olhos fechados.

Zé Mayer e o machão Pedro



Eterno galã de Manoel Carlos, José Mayer é o rústico, machista e durão Pedro, responsável pelo haras de Alma (Marieta Severo), e cobiçado pelas mulheres. Pedro começa a novela casado com a possessiva Silvia (Eliete Cigarini). Depois, tem um caso com a veterinária Cínthia (Helena Ranaldi), com quem tem uma relação estilo gato e rato, já que não concorda com a entrada da profissional no haras.

Quem também morre de amores por ele é a espevitada Íris, interpretada por Deborah Secco, a meia-irmã de Helena (Vera Fischer), com quem Pedro teve um romance no passado. Íris não mede esforços para domá-lo, enquanto ele a trata como criança.

Capitu: divisor de águas na carreira de Giovanna Antonelli

Capitu, vivida por Giovanna Antonelli, foi assim batizada em homenagem ao romance Dom Casmurro, de Machado de Assis. Com a interpretação da garota de programa, a atriz despontou e o drama fictício conquistou o público. Mãe solteira e universitária, Capitu tem vida dupla e sustenta o filho e os pais com seu trabalho. Pascoal (Leonardo Villar) e Ema (Walderez de Barros) nem desconfiam de como a filha ganha dinheiro.

No início da trama, Capitu se reencontra com Fred (Luigi Baricelli), filho de Helena (Vera Fischer), com quem teve um namoro intenso há muitos anos. Em crise no casamento com Clara (Regiane Alves), ele acaba envolvido e se rende ao antigo romance.

Veja também: O que sabemos sobre... Velho Chico, próxima novela das nove da Globo







commentDeixe sua opinião
menu