29 de janeiro na história da TV: em 2002, estreava o primeiro Big Brother Brasil


Confira os destaques do dia 29 de janeiro na história da televisão brasileira:

No dia 29 de janeiro de 1979, estreava a novela Pai Herói (Globo).

Janete Clair inspirou-se em uma radionovela de sua autoria para conceber a sinopse deste projeto, a toque de caixa - o autor Lauro César Muniz, escalado para a faixa, ficou impossibilitado de escrever por condições de saúde. O enredo girava em torno de André Cajarana (Tony Ramos), que lutava para limpar o nome de seu pai, "sujo" por obra de Bruno Baldaracci (Paulo Autran). Em sua empreitada, André se envolve com a bailarina Carina (Elizabeth Savala) e a popular Ana Preta (Glória Menezes).



No dia 29 de janeiro de 1988, terminava a minissérie Chapadão do Bugre (Band).

O romance homônimo de Mário Palmério ganhou a televisão através da adaptação de Antônio Carlos Fontoura, com roteiro final e direção de Walter Avancini. Edson Celulari vivia o protagonista José de Arimatéia, que chega à fazenda de Tonho Inácio (Altair Lima) para atuar como dentista e acaba se envolvendo com Maria do Carmo (Mika Lins), noiva de Inacinho (Rogério Fabiano), filho do coronel. No elenco, Paulo Goulart, Sebastião Vasconcelos e a hoje jornalista Sandra Annenberg.



No dia 29 de janeiro de 1993, terminava a novela Despedida de Solteiro (Globo).

A morte da prostituta Salete (Gabriela Alves), durante a lua-de-mel de João Marcos (Felipe Camargo), serviu como ponto de partida deste texto de Walther Negrão para às 18h. João retorna à cidade de Remanso, ao lado de três amigos - Pedro (Paulo Gorgulho), Pascoal (Eduardo Galvão) e Xampu (João Vitti) - após sete anos de cadeia; a intenção é descobrir o verdadeiro culpado pelo crime, escondido pelo criminoso Sérgio Santarém (Marcos Paulo), assassinado no último capítulo.



No dia 29 de janeiro de 2002, estreava a primeira temporada do reality show Big Brother Brasil (Globo).

Vencida por Kléber Bambam, esta edição deu origem ao programa de maior sucesso no gênero no Brasil. Eram 12 participantes, confinados numa casa construída no interior do Projac, complexo de estúdios da emissora. Dentre eles, o artista plástico Adriano, que criou a expressão "paredão", e Vanessa Pascale, que enveredou pela carreira de atriz, participando de tramas como Sabor da Paixão (2002). Nesta primeira temporada, Pedro Bial dividia o comando com a atriz Marisa Orth.



No dia 29 de janeiro de 2007, estreava a reapresentação de Era Uma Vez... (1998) em Vale a Pena Ver de Novo (Globo).

Folhetim de Walther Negrão que mirava o público infanto-juvenil, Era Uma Vez... já era considerada "velhinha" quando regressou à telinha, dentro da faixa vespertina de reprises, num compacto de 69 capítulos (versus 161 originais). Era a história de Madalena (Drica Moraes), empregada na casa de Xistus (Cláudio Marzo) como babá de seus quatro netos. Ela apaixona-se pelo pai dos pequenos, Álvaro (Herson Capri), noivo da pérfida Bruna (Andréa Beltrão) e filho do bonachão Vô Pepe (Elias Gleizer).



No dia 29 de janeiro de 2014, terminava o programa Gabi Quase Proibida (SBT).

Talk show exibido às quartas-feiras, no qual Marília Gabriela entrevistava famosos, conversando a respeito de sexualidade. Na estreia, o icônico Ney Matogrosso. Passaram pela atração nomes como Carmita Abdo, psiquiatra e sexóloga; Thammy Miranda, transexual; Daniela Mercury, cantora, em um relacionamento homoafetivo com Malu Verçosa; Mateus Carrieri, ator de sucesso na TV que protagonizou filmes pornôs; e J. R. Duran, fotógrafo de inúmeros ensaios da revista Playboy.


Deixe sua opinião


Leia também