Idosos trocam medicamentos por exercícios, mostra Globo Repórter



O Globo Repórter desta sexta-feira, dia 7, revela o crescimento da prática esportiva por idosos, que trocam medicamentos por exercícios. O repórter Edney Silvestre apresenta histórias onde a atividade física trouxe resultados surpreendentes, mudando a trajetória de muitos brasileiros e trazendo de volta o prazer de continuar a viver bem, com energia e saúde, por muitos anos. O especial ainda desvenda o segredo da vitalidade: não ficar sentado.

"Conheci uma senhora de oitenta e muitos anos que está aprendendo a jogar capoeira; um ex-jogador de futsal, hoje com 70 anos, que se mantém ativo jogando com a garotada na quadra do condomínio em que vive; um metalúrgico de 50 anos que aprendeu o truque para a boa forma da maneira mais prática: salta 3 a 4 pontos de ônibus antes da sua casa e do trabalho, anda energicamente, passa o dia em pé. Todos trocaram remédios - muitos remédios - pela vida ativa", explica Edney.

Entre tantas histórias, o 'Globo Repórter' mostra casos de pessoas doentes, que se tornaram saudáveis quando optaram pela inclusão da atividade física na vida. Um exemplo é o da Dona Lura, que nem precisou revelar a idade. Ela caminha, dança, canta, joga capoeira, faz alongamento e não cansa nunca. Dona Lura encara a velhice com mais jovialidade. Outro exemplo surpreendente é o de Maria do Carmo, que virou surfista depois dos 70 anos, realizando o sonho de infância, mesmo vivendo bem longe do mar. Edney encontra Maria do Carmo na praia de Santos e ela arrisca manobras e se diverte mar adentro.


Deixe sua opinião



Leia também